Mais recente

Carta psicografada ajuda a esclarecer crime

Uma carta psicografada reabriu um inquérito policial sobre a morte de um homem no Ceará; o filho da idosa Maria Lopes Farias, Galdino Alves Bezerra Neto, de 47 anos, que estava desaparecido desde agosto de 2011.

Galdino morava com a mãe, mas costumava passar alguns dias longe de casa. No último contato que teve com Maria Lopes, ele pediu dinheiro para vistar a cidade de Canindé. No retorno, iria para uma vaquejada em Itapebussu, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza e, desde então, nunca mais voltou.

Após inúmeras idas a delegacias, Instituto Médico Legal (IML) e hospitais, dona Maria Lopes apoiou-se na fé para encontrar respostas. Foi quando começou a frequentar o Lar de Clara, em Caucaia, voltado para a doutrina espírita, que Maria recebeu uma carta psicografada do avô paterno do jovem, em outubro de 2014.

Segundo a idosa, o avô do rapaz escreveu dizendo que ela deixasse de procurá-lo em hospitais e no IML e fosse para Canindé e mandasse rezar uma missa. Mas antes, ela passasse na Lagoa do Juvenal, em Maranguape, indicando que a ossada estaria no local. Ela foi até a região e descobriu que uma ossada havia, de fato, sido encontrada há algum tempo.

Ainda de acordo com a idosa, ela foi à delegacia de Maranguape, recebeu uma requisição sobre a ossada encontrada no local, seguiu para o IML e o resultado do exame deu positivo. Segundo o inspetor Wellington Pereira, que surpreendeu-se com a ajuda divina, o inquérito foi reaberto para que se possa identificar o que aconteceu com o jovem, que desapareceu em agosto de 2011, mas só teve a ossada encontrada em janeiro de 2013, sem pistas de sua identificação.



A carta 

Maria Lopes voltou à delegacia de Maranguape na última terça-feira (19) para falar sobre suas lembranças com o filho e explicar como era sua rotina. Uma segunda carta, enviada pelo próprio Galdino pode novamente ajudar a esclarecer o caso.

Segundo Maria Lopes, a segunda carta teria sido ele mesmo quem escreveu; na primeira, o avô só contou o básico porque Galdino ainda não estava apto a escrever e também revelou que não tinha escrito há mais tempo que não queria que a mãe sofresse. Na carta, ele conta que passava de ônibus próximo à Lagoa do Juvenal e foi atraído pelo local. No relato, ele teria sido vítima de latrocínio e os criminosos teriam escondido o corpo. 

Meu Livro Espírita 22.7.16
Portugal receberá nova conferência espírita


Espírita de Portugal poderão conferir na sexta-feira, dia 22 de julho às 21h00, a conferência espírita com tema “Espiritismo: Mensagem de Esperança”.

Num momento em que na Terra se vivem situações de insegurança e algum desalento, a Doutrina Espírita traz-nos uma mensagem de conforto e confiança de que dias melhores se aproximam, com base na promessa de Jesus.

Esta palestra terá lugar na sede do Centro de Cultura Espírita, no Bairro das Morenas, em Caldas da Rainha, na Rua Francisco Ramos, nº 34, r/c. As entradas são livres e gratuitas. Confira a página dos realizadores em https://cceespirita.wordpress.com/ e e-mail ccespirita@gmail.com

  

Redação 21.7.16
Curitiba receberá espetáculo sobre Allan Kardec

No dia 31 de julho, a cidade de Curitiba vai receber o espetáculo ‘Allan Kardec - Um Olhar para a Eternidade’, um dos maiores sucessos da história do teatro brasileiro. Assistida por mais de 170 mil pessoas em 560 apresentações, a peça revive a trajetória do educador, escritor e tradutor francês Hippolyte León Denizard Rivail (interpretado pelo ator Rogério Fabiano), que no século XIX, sob o pseudônimo de Allan Kardec, se dedicou à observação e ao estudo dos fenômenos espíritas. A codificação da Doutrina Espírita colocou Kardec na galeria dos grandes missionários e benfeitores da humanidade.

Com texto de Paulo Afonso de Lima, direção da brilhante Ana Rosa e um elenco de primeira linha (Rogério Fabiano, Érica Collares, Gustavo Ottoni, Leandro d’Melo e Priscilla de Amorim), a peça vem apresentando uma belíssima turnê, com casas lotadas por todo o Brasil. O espetáculo une simpatizantes de assuntos espirituais, aqueles que buscam respostas as suas indagações, pessoas comuns que simplesmente acreditam na eternidade da alma, além dos tradicionais frequentadores de teatro.

Estudo

O espetáculo tem argumento biográfico, relatando a vida de Hippólite Léon Denizard Rivail desde seu nascimento em Lyon, até a morte em Paris, no ano de 1869. O espetáculo exibe passagens da juventude; a devoção aos estudos; o casamento com Amelie Gabrielle Boudet; e diversas curiosidades, como o primeiro emprego em um teatro de variedades e os trabalhos como professor e cientista.


Serviço:

‘Allan Kardec - Um Olhar para a Eternidade’

Data: 31 de julho:

Horário: 19 horas

Local: Teatro Bom Jesus (Rua 24 de Maio, 135)

Ingressos: a partir de R$ 35

Pontos de venda do Disk Ingressos nos shoppings Palladium, Mueller e Estação, pelo telefone (41) 3315-0808 ou no portal www.diskingressos.com.br.

Informações: www.teatrobomjesus.com.br.
  

Meu Livro Espírita 15.7.16
Vereador quer criar Virada Espírita em São Paulo

Tramita na Câmara Municipal de São Paulo um projeto de Lei de autoria do vereador Rubens Calvo (PDT-SP) pedindo a criação de uma Virada Espírita na cidade. O parlamentar quer seguir os moldes da Virada Cultural e da Virada Esportiva, com 48 horas de palestras sobre Espiritismo. Se aprovado, o evento acontecerá todo dia 18 de abril, quando se comemora o lançamento de "O livro dos Espíritos" de Allan Kardec.

  

Redação 5.7.16
Brasília receberá peça espírita "Além da Vida"

Em 1980, Chico Xavier e Divaldo Franco dois nomes importantes do Espiritismo no Brasil sentiram a necessidade de colocar no palco do teatro, uma produção pioneira no Brasil, que falasse sobre as temáticas da doutrina espírita e ainda abordasse de forma sutil, reflexiva assuntos contemporâneos e polêmicos como aborto, drogas, suicídio, racismo, família, orientação sexual.
Um amigo em comum de ambos, o diretor de novelas e programas da TV Globo, Augusto César Vanucci, foi responsável pela peça. Nesta primeira montagem, atores consagrados como Felipe Carone, Lúcio Mauro, Renato Prietro, protagonizaram o espetáculo no Teatro Vanucci, no Rio de Janeiro, foram cinco anos de apresentações, com mais de dois milhões de espectadores.

Nesta remontagem da produção de 37 anos, no elenco estão os atores, Cristiane Natale, Eduardo Bodstain, Danilo Francesco, Ellen Bueno, Istiane Natale, Marcelo Gomes. A direção é assinada por Renato Prieto, conhecido por protagonizar o filme“Nosso Lar” e ator da primeira montagem de “Além da Vida”.

Além da Vida, em curta temporada no Teatro dos Bancários

Local: Teatro dos Bancários 314\315 Sul

Horário: Sábado (09) e domingo (10) ás 19h

Ingresso: R$80,00 (inteira) e R$40,00 (meia entrada)

Telefone da Bilheteria: (61) 3262-9090 | Classificação: 14 anos | Outras informações: (61) 98459-2312
  

Redação 28.6.16
Memorial Chico Xavier é inaugurado em Uberaba

A Prefeitura de Uberaba recebeu ontem, a obra do Memorial Chico Xavier. O espaço, que abrigará a obra do médium, propiciará à comunidade atividades sociais e culturais, com capacitações, palestras, seminários e oficinas. No local também aconteceu a entrega da Comenda da Paz Chico Xavier, que nasceu de iniciativa do prefeito Paulo Piau, enquanto deputado Estadual, sendo uma das mais importantes homenagens do Governo de Minas Gerais. Foram agraciados com a comenda: Aldo Rabelo (Ex-ministro da Defesa), Ananias Neves Ferreira (advogado), Joana Giorgeti (presidente da Associação de Promoção do Menor), José Ricardo Braga (administrador), Maria Elisa Dias (pedagoga), Fábio Alves dos Santos (professor – In memoriam), Albergue Fraterno Bezerra de Menezes, Associação dos Voluntários do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Grupo Santa Casa de Belo Horizonte e Núcleo de Voluntários de Combate ao Câncer de Sete Lagoas.

Em seu discurso, Alberto Alves destacou o empenho do prefeito Paulo Piau para retomar a obra do Memorial no início do mandato, e o trabalho feito em parceria com a prefeitura, que resultou na entrega da obra que será um legado para a cidade de Uberaba, principalmente na área do turismo.


O Memorial foi construído com recursos do Ministério do Turismo, na primeira e segunda etapa, na ordem de aproximadamente R$ 4,3 milhões, e a terceira etapa foi realizada com recursos da prefeitura na ordem de R$ 620 mil. O prédio conta com área de exposição interna, anfiteatro, espaço para livraria, lanchonete e área externa com arquibancadas. O prefeito Paulo Piau destacou a importância da obra para a cidade, falou sobre as parcerias para que o Memorial se tornasse realidade e parabenizou os homenageados pela Comenda. Durante o discurso Piau revelou que os recursos para a compra do mobiliário já estavam empenhados pelo Ministério.

Mediante a entrega da obra, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo passa a gestão à Fundação Cultural, que assumirá a operacionalização do Memorial e já dispõe de um museólogo que organizará o espaço para ser inaugurado. “O recurso para o mobiliário, da ordem de R$ 480 mil já está empenhado, e acreditamos que em breve será liberado pelo ministério. Assim faremos uma ocupação como deve ser: de forma correta e organizada”, disse Piau, afirmando ainda, ao filho de Chico que estava presente, Eurípedes Higino, que o local será gerido pela municipalidade sem fins lucrativos.


Vale lembrar que já está em elaboração um Plano de Ocupação do Memorial Chico Xavier, para que todo o material doado e o acervo referente ao médium sejam distribuídos de maneira harmônica e agradável ao público. Muitas doações já foram realizadas para comporem o prédio dedicado ao Chico Xavier. Até o momento o acervo captado já conta com 187 obras escritas pelo médium, além de um acervo de fitas e livros sobre sua história. Também foi realizada doação de um holograma que passará na parede imagens do Chico, e a mesa e a cadeira onde o Chico realizou os primeiros receituários, doado pela Comunhão Espírita Cristã de Uberaba.

Ao finalizar a solenidade, o vice-governador Antônio Andrade destacou a importância da obra para Uberaba e para Minas. Ele também revelou que está trabalhando para atender demanda do deputado Tony Carlos, para anexar a área da Cohab (Companhia Habitacional de Minas Gerais), de 2 mil m² ao Memorial.



Meu Livro Espírita 14.6.16