Nova novela das 18h aposta em reencarnação


O que você faria se tivesse uma segunda chance? Essa é a proposta de reflexão de Elizabeth Jhin em Além do Tempo, novela que a autora escreve para o horário das 18h da Globo, que estreia no próximo dia 13.

Acostumada a abordar temas ligados ao espiritismo, ela aposta na reencarnação e na discussão do que se leva de uma vida para outra na trama que substituirá Sete Vidas.

Protagonizada por Alinne Moraes, Rafael Cardoso e Paolla Oliveira, a história começa no século 19 e, do meio para o final, sofre uma passagem de tempo atípica no gênero: os personagens reaparecem 150 anos depois, com o mesmo nome, mas em realidades e relações distintas.

"Cada um vai ter o que merece, no sentido de resgatar o que fez de errado. Carma não é uma coisa imposta e inabalável, você pode transformá-lo", explica Elizabeth.

FREIRA

A trama, prevista para ter 161 capítulos, conta a história de Lívia (Alinne Moraes), moça humilde criada em um convento por vontade da mãe, Emília (Ana Beatriz Nogueira), mas que não pretende ser freira.

Felipe (Rafael Cardoso) é membro de uma família nobre e está prestes a se casar com Melissa (Paolla Oliveira). Os dois se encontram na fictícia Campobello, no Rio Grande do Sul, e se apaixonam.
O amor que nasce é suficiente para que o rapaz desista do casamento, o que cria na ex-noiva uma verdadeira obsessão para retomar a relação.

Outros obstáculos para essa paixão são a Condessa Vitória (Irene Ravache), que criou Felipe, e Pedro (Emílio Dantas), amigo de infância de Lívia e que nutre por ela um sentimento que vai além da amizade oferecida pela noviça.

Mas o destino de Lívia começa a mudar depois que ela descobre a identidade de seu pai: Bernardo (Felipe Camargo), o filho da Condessa Vitória.

A partir de todos esses conflitos, a primeira parte de Além do Tempo se inicia para, depois de cerca de 13 semanas, terminar e, automaticamente, recomeçar um século e
meio depois.

Conheça os personagens de Além do Tempo:



Reprodução